18 de jul de 2011

Comentários de "Personal Effects"

Já estava sentido saudade de comentar os episódios, longos meses de espera até a estréia! E por falar nela, a 4° temporada começou com "pé" direito liderando a audiência ,tanto na CTV quanto na CBS...mas era de se esperar grandes números para "Personal Effects".


O episódio não deixou a desejar em nada na minha opinião. Foi lindo do início ao fim. Começou onde tinha parado "Fault Lines", exatamente do jeito que muitos fãs esperavam, sem cortes bruscos e flashbacks absurdos. Exatamente no ponto.

Pelo nível que foi "Personal Effects", podemos sim esperar uma temporada bem mais emocional do que foi a terceira, tanto que já foi confirmada que será uma temporada voltada para o lado pessoal dos policiais.

O desenvolvimento da história do Neil (Christopher Bolton) foi normal, sem muitos mistérios e exatamente sem tirar o foco do time, que tava sobre pressão o tempo todo.

O que foi essa atuação do Enrico Colantoni pessoal? Esse homem me surpreende a cada dia. Um dos TOPS desse episódio foi a maneira com que o Greg lidou com a situação enfrentando o Toth de pulso firme de igual pra igual. Principalmente na cena final que ele fala pro Toth: "não gosto de negocios inacabados" Linda cena. E sem comentários pro "monstro" ( no bom sentido da palavra) Victor Garber, o cara é bom demais.

E tivemos o momento que muitos fãs estavam esperando desde a 1° temporada ...o tão falado beijo entre Sam e Jules. Aliás não podemos falar um só beijo não é?..foram vários, com direito a repeteco no final. A primeira cena do apartamento do Sam, achei lindamente dirigida pela Kelly Makin e foi um trabalho muito bom do David e da Amy, que arrasaram na cena. Mas o casal sim divide opiniões, ainda mais agora que eles voltaram, pois corre o risco de quebrarem a "Prioridade do Código de Vida" e acabar prejudicando o time de alguma forma. Agora só resta aos fãs de Sam & Jules torcerem pra que isso não aconteça.

E por falar em Sam & Jules, gostaram da cena do rapel? Achei que um deles ia tomar um tiro, mas já tinha um baleado no hospital...aí já seria demais. E exatamente no hospital estava também Sophie dando a luz, é muita emoção pra um episódio só! Boa a cena também do Ed conversando com ela na hora do parto. Grande atuação da Jannaya Stephens, que faz a Sophie. Ficamos então, conhecendo a pequena Isabel.

Além da Izzy, conhecemos Natalie, a irmã de Sam Braddock...mais um mistério a ser revelado nessa temporada.

Wordy finalmente teve que revelar seu segredo pra Shelly, sem contar a pressão das mãos trêmulas. Spike sofrendo, dividido entre largar a SRU e seguir a vontade de seu pai que está muito doente. Ed, depois de ter tomado 5 tiros, pode ter sequelas em seu braço. Sam & Jules juntos novamente, mas isso pode ter consequências. O time acabou sobre a vigilância do Dr Toth que deixou bem claro: "Estarei observando". Greg ficando desolado na cena final, a expressão dele foi comovente.

Agora nos resta esperar, não só nós, mas como o time.

Parabéns a toda equipe e elenco de Flashpoint. Linda estréia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com spams, propagandas, correntes, assuntos fora do contexto da matéria ou do Fansite e conteúdos ofensivos, serão excluídos, assim também como comentários anônimos.