25 de fev de 2011

Hot Call, Gear Up!

E vamos com as notícias rápidas da semana!

• Flashpoint recebeu 2 indicações ao Writers Guild Of Canada Awards. As indicações foram: Mark Ellis e Stephanie Morgenstern pelo episódio "Jumping at Shadows" e Pamela Davis por "Acceptable Risk". O Writers Guild representa mais de 2.000 roteiristas da lingua inglesa no Canadá. A 15° cerimônia do prêmio ocorrerá dia 11 de Abril em Toronto. Mais informações:

• No último dia 19 de Fevereiro, Mark Ellis e parte do elenco de Flashpoint estiveram no Tema Conter Memorial Trust Gala. A cerimônia tem como foco apoiar Bombeiros, Emergência, Policia e Militares e lidando com Transtorno de Estresse Pós Traumático (Post-Traumatic Stress Disorder ) e Estresse de Incidente Crítico (Critical Incident Stress). Além de parte do elenco de Flashpoint, estiveram presentes várias outros convidados especiais que fazem parte da Polícia, Bombeiros e etc. Enrico Colantoni marcou a noite com um belo discurso. Mais fotos e um entrevista exclusiva com Enrico vocês poderão conferir no seguinte link:
http://www.eggplante.com/2011/02/23/asking-for-help/

Mais informações sobre o Tema Conter Memorial Trust:

23 de fev de 2011

Review de "I'd Do Anything"


Uma história de amor , dinheiro e corrupção, esses são os temas principais do episódio "I’d Do Anything".

Tudo começa com uma cena romântica em uma boate, onde o casal discute sobre sobre o futuro e coisas q acontecerão aquela noite. Quando o homem se afasta, a mulher faz uma ligação, exatamente o que eu mudará tudo.

No QG da SRU, Wordy entrega a Ed roupas de suas filhas para o novo bebê que está chegando, mas Greg os interrompe quando chama para a sala de reuniões. Lá está a a detetive Merry Danner. Ela explica que estão de olho a um tempo em um homem chamado Alexander Carson que é chefe de uma rede especializada em roubos de cartões de créditos. Além disso Mark Griffin, um grande golpista está interessado no trabalho de Alex e quer comprá-lo. A operação da SRU é exatamente pegar os dois. O alvo: Subterranean Club, a informante : Jackie Emery. Jackie tem um caso com Alex e foi pega pela polícia devido a fraudes ajudando o amante. A detetive fez um acordo, ela informa e eles aliviam a pena. Jackie topou e se tornou o ponto principal da história. A equipe traça a estratégia e seguem para o clube.

Em algum lugar, um homem faz uma transferência de dados, essa pendrive chega as mãos de Alex. Thomas avisa sobre a chegada de Griffin. Alex se dirige até a sala reservada. Sam e Spike à paisana, vigiam Jackie. A detetive Merry se faz passar por uma cliente da boate para abrir caminho para o time entrar. Na sala Griffin executa a tranferência dos dados do pendrive para o notebook. Jackie sai do local e tranca a porta , sinal verde para a SRU entrar em cena. Eles invadem a boate e o pendrive é retirado por Alex antes de terminar a transação. Ele foge pela boate, a porta não estava trancada. A equipe procura por todos os lados e Alex, Jackie e Thomas vão para o terraço. Thomas diz a Alex que suspeita que alguém tenha contado para a polícia. Na sala reservada Spike descobre que a mulher que fazia a transação ativou o código de destruição limpando o disco rígido e Griffin é preso. Ales, Jackie e Thomas vão para um estacionamento, lá ele liga para uma pessoa atrás de dinheiro e roubam um carro. Spike tem uma chance de analisar o notebook da advogada enquanto o time analisa a situação de Jackie. Ele descobre que o disco não foi totlamente apagado e além disso vários endereços além de um em particular. A equipe chega ao local, que é uma lanchonete e segue até os fundos onde descobre um homem separando muito dinheiro. Eles descobrem que ele era cúmplice e levaria o dinheiro para Alex. A equipe segue para o local do encontro.

Alex e Thomas discutem pois Thomas acusa Jackie de ser a traidora. Depois de uma briga Alex atira em Thomas, matando-o. Os dois fogem. A SRU chega ao local e encontra o corpo de Thomas. Enquanto discutem a situação Alex e Jackie conversam no carro onde ela confessa tudo. É de se esperar a reação de Alex, muita raiva. Enquanto ele sai do carro Jackie aproveita e liga pra polícia. Greg a convence de dizer pra onde eles estão indo. A equipe segue para o Aeroporto e se divide. Eles investigam o local e Greg encontra Jackie no avião. Sam e Ed cobrem o perímetro e conseguem encurralar Alex. Depois de muita negociação ele se rende e pede para falar com Jackie. Os dois se encontram e são levados sob custódia. No QG da SRU, Greg e Ed conversam sobre a situação do dia e Ed diz a Greg que Sophie pediu pra escolher entre o trabalho e a família.

Gostei do episódio, talvez não tenha sido um dos melhores da temporada mas achei interessante o desenrolar da história e a boa divisão do elenco. O amor de Alex por Jackie que superou a traição dela e mesmo toda situação continuaram se amando. E Ed ficando numa saia justa com Sophie, agora é esperar pra ver se ele realmente levará adiante a sua escolha. Meus parabéns dessa vez ficando para ator convidado Tim Rozon que interpreta Alex.

20 de fev de 2011

Enquete


Com o fim da terceira temporada, decidimos fazer uma enquete para saber dos fãs qual episódio chamou mais atenção nessa 2° parte da terceira temporada. Então não deixe de votar na nossa enquete que está na barra lateral: "Qual o melhor episódio da segunda parte da terceira temporada?" A enquete será encerrada no dia 31 de março e faremos outra na qual pegaremos o vencedor da enquete do melhor episódio da primeira parte da terceira temporada, que foi o Acceptable Risk e o vencedor dessa nova enquete e veremos o resultado do melhor episódio. Votem!

18 de fev de 2011

Review de "No Promises"



O episódio "No Promises" vem contar a história de um policial honesto que vai contra seus próprios princípios pra salvar sua filha e no meio disso está Spike, que vê seu mentor como alguém que ele não conheceu.

Tudo começa com um acidente envolvendo um carro e um ônibus em uma estrada distante do centro. A polícia chega ao local e descobre que o homem dentro do carro também é um policial identificado como McCoy. Tiros são ouvidos dentro do ônibus que está caído no meio da estrada atingindo o policial. O socorro e a SRU chegam ao local e analisam a situação. Winnie passa as informações do motorista do carro e Spike o reconhece, Oliver McCoy o seu mentor e o cara quem o deu o apelido Spike. Ele liga prara MAccoy que diz que tem dois traficantes que ele levava para a prisão dentro do ônibus,Brett Fawcett and Jeremy Bullard. Dentro do ônibus os dois bandidos conversam. A SRU se aproxima do ônibus com escudos para salvar o policial, mas eles vêem o tanque vazar combustível. Os suspeitos atiram contra a SRU e o ônibus começa a pegar fogo. Os reféns começam a sair enquanto a SRU apaga o fogo. Sam e Ed tiram o motorista mas os atiradores tinham sumido. Spike e Jules vão buscar Mac mas ele também já tinha desaparecido.

A equipe se separa para fazer as buscas pela floresta, suspeitando de que os bandidos levaram Mac como reféns. Spike se acha o culpado e confessa a Greg que MCoy era mais eu seu mentor, era um grande amigo. Winie passa as infirmações sobre os suspeirtos e descobre que um deles é sobrinho de Paul Bullard , líder de uma gangue Bedlam A equipe Bravo segue pela mata atrás de um suspeitos pego pelo radar. Ele se prepara para atirar em Jules, mas Sam é mais rápido e atira. O suspeito foge e a equipe sai em perseguição.Ele é apanhado e conta que MacCoy pegou Jeremy. Em uma estrada Jeremy e Maccoy roubam um carro de uma moça . Logo a equipe fica sabendo do roubo, Spike fica preocupado e a equipe segue para o parque industrial. Mccoy e Jeremy estacionam. A SRU contninua em perseguição seguindo o GPS no carro de McCoy enuanto ouvem de Winnie que ele trocou de turno e não seria o policial que levaria os suspeitos. Spike conta a Greg que a filha de Mac esteve envolvida com drogas . Eles vão até o local indicado pelo GPS, mas não encontram MCCoy..somente o GPS.


Sam e Jules chegam a casa de Leslie mas encontram somente o porteiro do prédio que entrega a eles o numero do do seu trabalho. O empregador diz que não sabia de Leslie. No esconderijo de Paul, Maccoy liga explica a situação e fala com sua filha. A equipe vê imagens da câmera do prédio onde Leslie foi seqüestrada eles chegam a conclusão de que Paul queria seu sobrinho em troca de Leslie. Ed ameaça Brett a contar toda a verdade e é o que ele faz. Winnie descobre mais ligações envolvendo dinheiro e o nome de Paul e MaccCoy. MaccOy trabalhava Paul. Jeremy e Maccoy estacionam e ele ajuda a o rapaz com sua ferida. Spike convence a Greg falar com Macoy pelo intercomunicador. Eles entram em contato e mesmo com receio Maccoy dá informações onde Paul está. Maccoy chega ao local onde descobre por um dos comparsas que Paul não está mais lá. A SRU chega ao local, prendem os suspeitos e tiram Leslie a salvo, mas Bullard não está no recinto. Em outro local Maccoy entrega Jeremy a Paul. A SRU descobre a localização e parte em disparada. Jeremy conta a Paul sobre o acordo com os policiais para diminuir sua pena, Paul manda matar Jeremy mas McCoy intervêm para proteger o menino.Um tiroteio ocorre enuquanto os bandidos tentam fugir mas a SRU chega a tempo de prendê-los. Spike vai até Mac e vê que eles está baleado.Mac é levado ao hospital enuqnto Leslie é amparada por Spike. No QG da SRU, o time fala com Spike. Ele vai até a casa de Leslie e mantêm sua promessa a Mac , de que cuidará dela.


Um episódio que mistura amizade e amor paterno. Finalmente ficamos sabendo um pouco mais da vida do Spike, a história dele com seu mentor e amizade e carinho que Spike tinha por ele. E será que teremos mais um relacionamento na série? Não irá me surpreender em ver Spike com a Leslie, até que eles fazem um belo casal. Parabéns dessa vez indo direto ao Sergio Di Zio, grande atuação. Ele pode mostrar bem mais o seu talento em um episódio dedicado ao seu personagem.

14 de fev de 2011

Aniversário


Hoje é aniversário do nosso querido Enrico Colantoni! A equipe do blog deseja um Feliz Aniversário e muito sucesso!

Lembrando que além do aniversário do Enrico, hoje é um dia especial também, pois é o primeiro dia de filmagem da quarta temporada! Muita sorte para o elenco e produção!

12 de fev de 2011

Hot Call, Gear Up!


Notícias rápidas no mundo Flashpoint!

• O episódio da season finale "Fault Lines" , que foi ao ar depois do superbowl no último dia 6, teve 1.3 milhões de espectadores no Canadá.

• O elenco de Flashpoint fez ontem a primeira leitura do script do primeiro episódio da quarta temporada. As gravações começam segunda, dia 14 de Fevereiro, dia nos namorados ou Valentine's Day no Canadá e EUA.

• No último sábado, dia 5, Hugh Dillon e sua banda Headstones subiram ao palco no Sound Academy em Toronto. Ficamos sabendo que Sergio Di Zio e Mark Ellis foram prestigiar Hugh. Enrico Colantoni esteve presente no show em St.Catherines no dia anterior. Confiram as fotos do Headstones em Toronto:


Review de "Terror"


Saímos de um episódio emocionante que Foi "Thicker Than Blood" pra mais um episódio fantástico de Flashpoint. Esse foi "Terror", que conta a história de um rapaz transtornado que invade um restaurante e colocando Jules e Steve em perigo.

Pra quem estava sentindo a falta do Steve (o que eu duvido) ele retorna em "Terror" levando Jules pra um encontro em seu dia de folga. Enquanto tomam um sorvete, Steve chama Jules para um novo encontro, mas ele ficou sem saber a resposta quando tiros são ouvidos do outro lado da rua. Steve sai correndo seguido por Jules onde eles chegam em um restaurante e vê um homem com uma arma. Jules liga pra SRU pedindo apoio e Sam fica logo preocupado. Ela tenta impedir Steve de entrar mas não deu muito certo e acaba seguindo ele.

Os dois entram no restaurante e Steve tenta ajudar o homem baleado. O suspeito faz os dois de refém. A SRU chega ao local analisando as possibilidades. Jules entra em contato com eles por mensagem avisando que o homem procura alguém chamado Ryaz. Jules tenta conversar e convencer o suspeito a deixar Steve ajudar. Spike descobre informações e Wordy e Ed fazem a busca do lado de fora e instalam a câmera. Jules e Steve tentam salvar o homem baleado quando a SRU liga. Ela atende o telefone e Greg está do outro lado da linha. O suspeito começa a falar de bombas e de repente vê Jules não com o telefone, mas com uma arma. O suspeito ordena que Jules deixe a “arma” de lado. O time descobre mais informações sobre o suspeito, David Lagosto. Ed e Wordy seguem para a casa de Ryaz. Sua mulher não os deixa entrar. Eles invadem a casa e pegam Ryaz. O pai de David conversa com o Greg onde conta toda a história de seu filho, que sofre de esquizofrenia. Ryaz diz a SRU das ameaças pelo fato de o considerarem terrorista. O assistente social do lar comunitário onde David vive. ao restaurante e diz a SRU que David ultimamente estava falando muito sobre terrosismo. Dentro do restaurante, Eric, o homem baleado acaba morrendo. Uma das reféns se revolta e David começa a ter alucinações e atira, mas Steve entra na frente e os dois caem. Ele está baleado. Jules corre até ele e tenta estancar o sangramento. Ryaz conta a Ed o porque das acusações contra seu nome. A ATU investiga e limpa o nome de Ryaz das acusações. No restaurante os reféns começam a se agitar. Sam abre caminho para chegar até Jules. Spike descobre que as ameaças a Ryaz viam de David. Ryaz é levado para interrogatório e sua mulher e filho seguem para a mesquita.

Os reféns se revoltam e Sam chega a tempo, ele se passa por soldado e Jules consegue arrancar a arma de David e o prender. No lar comunitário Ed encontra substâncias pra fazer um gás. David sai sob custódia e Steve é levado pelos médicos , mas antes Sam vê Jules dar um beijo em Steve. Spike descobre que Cive Irwin, o assistente social estava por trás de tudo. A SRU chega até a mesquita onde Clive se encontra. Ele ameaça a detonar a bomba enquanto Greg o convence a desistir. Cilve detona a bomba e a SRU tenta evacuar o local. Ed tira o garoto Sayd de dentro da mesquita. Clive esta morto. Na SRU Ed conversa com Greg sobre o ocorrido. Jules deixa a estação rapidamente e no caminho se encontra com Sam eles trocam olhares e ela sai. Ryaz encontra-se com sua família no hospital. Sam recebe uma carta de Winnie deixada por Jules, que dizia: ”Obrigada por hoje, fazemos uma bela equipe. J__”. No hospital Steve acorda e conversa com Jules sobre seus planos mas ele percebe que ela não tem os mesmos planos, pelo menos não com ele, então a deixa ir.

Depois de um episódio que podemos considerar da Jules, que foi "Thicker than Blood", mais um episódio, dessa vez um pouco mais focado no casal Jules e Sam. Jules percebe que Steve não era o cara certo e que ainda sente atração por seu colega de equipe, Sam Braddock. Ótima virada no roteiro onde o culpado acabou sendo quem deveria ajudar. Steve faz sua despedida da série, tenho certeza que alguns fãs não sentirão sua falta. Parabéns novamente vai pra Amy Jo Johnson, que vem ganhando um espaço fenomenal na série, e talvez esse tenha sido o episódio dela nessa temporada, onde até sua música "Goodbye" foi tocada no final.

6 de fev de 2011

Sinopse de "Fault Lines"

Na chocante final de temporada "Fault Lines", o Team One lutam com escolhas de vida e morte e decisões difíceis que deixam os telespectadores querendo saber se a equipe vai ser a mesma novamente. Dr. Larry Toth (ator convidado Victor Garber), um psicólogo e militar "destruidor de equipes", invade a cabeça do Team One individualmente, expondo segredos e falhas. Com o destino da equipe na balança, a esposa de Ed (Hugh Dillon) Sophie (Janaya Stephens) entra trabalho de parto, a liderança Parker (Enrico Colantoni) é questionada, Spike (Sérgio Di Zio) e Wordy (Michael Cram) encaram os lances de uma vida fora da SRU, e Sam (David Paetkau) e Jules (Amy Jo Johnson) tem de enfrentar se eles estão dispostos a desistir do emprego um pelo outro. Enquanto Parker espera para ouvir o destino da sua equipe, uma chamada devastadora entra na estação, envolvendo um dos seus próprios.

Mark Ellis fala sobre Sam and Jules



Vocês lembram da entrevista com Mark Ellis? Ele tinha falado pra gente que toparia, mas como a produção da 4° temporada está a 1000 por hora, ele nos disse que estava ocupado mas sem dúvida iria nos responder. Como hoje é um dia especial, recebemos uma mensagem do Mark dizendo pra escolhermos uma pergunta que mandamos e ele iria responder antes do superbowl hoje a noite! E ele respondeu!.Foi difícil escolher uma mas, como a maioria das perguntas foi sobre Sam and Jules resolvemos dar esse presente aos fãs e perguntar sobre o casal.


FPBR: Desde que dissemos aos fãs sobre esta entrevista, a maioria das perguntas enviadas por eles eram sobre Sam e Jules. Não queremos ser injustos e escolher uma questão específica de um fã, então decidimos fazer uma pergunta sobre eles representando todas as perguntas enviadas. Assim, a história entre Sam e Jules começou na 1 ª temporada, eles se separaram na 2 ª temporada e agora na 3 ª temporada episódios nos mostraram que o brilho está lá, que ainda sentem algo um pelo outro, alguém do passado de Jules apareceu. Então, o que os fãs de Sam e Jules podem esperar da season finale e da 4° temporada? Quer dizer, eu sei que você não pode nos dizer se eles vão ficar juntos ou não, mas você pode dizer algo para acalmar os corações torcedores de J & S?

Mark Ellis: História de Sam e Jules está na frente e no centro em "Fault Lines" enquanto alcançam o ponto limite deles mesmos. Esperem as coisas ficarem muito complicadas pra eles na quarta temporada.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Obrigada Mark, por ter respondido uma de nossas perguntas nesse dia tão especial que é a season finale de Flashpoint!

Apesar de termos um tradutor aqui no blog, vamos postar a entrevista em inglês também pois o tradutor sempre modifica algumas coisinhas e queremos as palavras de Mark como ele disse pra gente. Então não estranhe se verem a matéria em inglês...tem pra todos os fãs de todos os lugares!

Mark talks about Sam and Jules


Today is a special day for Flashpoint and for us too! A couple of months ago we asked Mark Ellis, the co-creator of Flashpoint, to answer some questions for our blog and he said yes. Today we recieved a message from him saying that he was going to answer one of the questions before the superbowl, so he did and you can check here:


FPBR: Since we told the fans about this interview, the majority of the questions sent by the them were about Sam and Jules. We didn’t want to be unfair picking a specific question of one fan, so we decide to ask one question about them representing all the questions sent. So,the story between Sam and Jules begun in Season 1, they broke up in Season 2 and now in Season 3 the first episodes showed us that the sparkle is still there, they still feel something for each other, plus , someone from Jules’s past showed up. So, what the Sam and Jules fans can expect from the season finale and maybe season 4? I mean I know that you can’t tell us if they are going to stay together or not, but can you say something to calm down the J & S fans hearts?

Mark Ellis: Sam and Jules' history is front and center in Fault Lines as they reach a flashpoint of their own. Expect things to get *very* complicated for them in season 4.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Thanks Mark for answering one of our questions in this special day for all the "Flashpointers"!

4 de fev de 2011

O Superbowl vale a pena!


O site TV Guide fez uma super matéria sobre a season finale de Flashpoint. Confiram:


ATENÇÃO
: CONTÉM MUITOS SPOILERS
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A season finale de Flashpoint é de roer as unhas!


Este domingo, quando o jogo acaba e uma equipe é o grande campeão deste ano da NFL, outra equipe está em perigo grave, como revela a finale da terceira temporada de Flashpoint na CTV.

No episódio seriamente intenso, Victor Garber, ator convidado, está como um psicólogo militar de elite que tem sido chamado para "quebrar" o Team One enquanto eles passam o seu processo de reintegração obrigatória.

Os eventos nesta parcela são nada menos que normais no entanto, a equipe descobre que era alguém de confiança que pediu o inquérito não tradicional em suas mentes e não o burocrático 'higher-ups'.

"Fault Lines" serve como um bom resumo para aqueles que são novos na série como flashbacks de cenas anteriores ao longo das primeiras três temporadas ajudam novos espectadores a entender o complexo pano de fundo dos personagens - embora a mudança de ritmo elimina a tradicional "homem-com-cara-de-mau" do formato da semana.

Ele também move a trama junto. Considerando que Sam e Jules decidiram manter seu relacionamento em segundo plano para as suas carreiras, seus testes provam o contrário e eles são forçados a confrontar seus verdadeiros sentimentos.

Para Spike, a avaliação obriga-o a olhar para o seu relacionamento com seu pai em uma nova luz, como ele é forçado a reviver a memória de um acontecimento doloroso, que levou seu amigo e parceiro, enquanto Wordy lida com sua incapacidade de equilibrar vida familiar e de trabalho.

Ed se encontra em uma situação semelhante quando Sophie entra em trabalho de parto, e ele é convidado a ficar. À medida que o atirador é confrontado com o ultimato de sua mulher - o trabalho ou a família - ele acaba de tomar uma decisão de cabeça quente que poderia comprometer muito mais do que sua família ou a carreira.

Enquanto isso, Parker, cuja liderança habilidades tem sido posta em causa, tem que se perguntar se, após os eventos das últimas três temporadas, ele realmente é a melhor pessoa para continuar liderando esta equipe.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Fonte: Tvguide.ca

3 de fev de 2011

Video

Como a season finale está sendo muito comentada , nós do blog resolvemos fazer um video para ajudar a promover esse episódio tão importante. Baseado na sinopse e entrevistas sobre ele, usamos episódios anteriores e esse é o resultado:



P.S: As frases estão em inglês pois o video é importante principalmente no Canadá onde é visada a audiência. E a intenção é justamente ajudar a promover a finale por lá.

Os "Homens de Flashpoint" no Marylin Denis Show

Na última terça feira, dia 01 de Fevereiro, o programa "Marylin Denis show" recebeu 5 visitas muito especiais: Os "Homens de Flashpoint" tema de uma parte do programa onde participaram Hugh Dillon, Enrico Colantoni, David Paetkau, Michael Cram e Sergio Di Zio. Eles falaram sobre Flashpoint, a season finale, a produção da quarta temporada que segundo eles as filmagens começarão em 14 de Fevereiro. Como o tema era "Homens de Flashpoint", Amy Jo Johnson não estava presente, o que deixou muito fã chateado, e não é pra menos. Mas só porque ela não estava lá não quer dizer que ela não tenha sido lembrada. Hugh Dillon lembrou de sua companheira de elenco com carinho: "Amy Jo é um amor" e Marylin não deixou pra menos, disse que iria levar Amy Jo no programa pra que ela conte as fofocas dos meninos e eles disseram em côro seguido de risadas: "Nãoooooooooooo!". Eles falaram também de suas vidas pessoais, o que gostam de fazer e Marylin deu os parabéns a David pela filha de 1 mês, a pequena Lauren.

Pra quem quiser assitir a entrevista na íntegra, segue o link: assistir
Fiquem agora com alguns screens:



Trailer da season finale de Flashpoint

A season finale da terceira temporada de Flashpoint vem por aí criando muitas especulações sobre o que irá acontecer com o Team One e até mesmo sobre um membro da equipe. Assita o trailer da mais emocionate finale de Flashpoint. Não deixem de comentar com a gente!

Season finale após o Superbowl



A terceira temporada de Flashpoint terá seu encerramento com o episódio "Fault Lines", em um domingo, dia 6 de Fevereiro logo após o Superbowl. O site Toronto Sun fez um reportagem sobre a season finale. Confiram a matéria:

----------------------------------------------------------------------------------------------------------
A CTV tem agendado o final da temporada do drama policial canadense Flashpoint para o ir ao ar no cobiçado horário após o Super Bowl, domingo, 6 de Fevereiro.

No final da terceira temporada de Flashpoint intitulado "Fault Lines", o psicólogo militar "destruidor de times" Dr. Larry Toth (ator convidado Victor Garber) invade as mentes do 'Team One' individual e coletivamente.

Com o destino da unidade no ar, a esposa de Ed (Hugh Dillon) entra trabalho de parto, a liderança de Parker (Enrico Colantoni) é questionada e Sam (David Paetkau) e Jules (Amy Jo Johnson) devem decidir se estão dispostos a desistir do emprego um pelo outro.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Agora é esperar pela pra curtir mais uma grande finale de Flashpoint, que sem dúvida será emocionante, só pela sinopse já podemos imaginar!

1 de fev de 2011

Sinopse de "I'd Do Anything"

Hoje vai ao ar pela CTV às 22 horas o penúltimo episódio de Flashpoint entitulado "I'd Do Anything"

SINOPSE:

"As complicações surgem em um ataque de alto risco da SRU quando um informante é pego em um perigoso jogo de assassinato, amor e traição."

Review de "Thicker Than Blood"


Thicker Than Blood trouxe a tona mais uma vez um episódio de Flashpoint envolvendo crianças. Dessa vez conhecemos a história do pequeno Chris e ao ponto que sua família chega para poder salvá-lo.

Um homem chega ao banco para tirar de sua conta 40.000, até aí tudo bem mas o caso ganha força quando esse homem começa a ameaçar todos no banco. No QG, Jules tenta se aproximar de Ed perguntando sobre Sophie e o bebê. Ed é um pouco ríspido com ela, tudo bem que eles está com problemas mas isso não justifica. A Equipe é chamada ao local e a esposa de Roger é envolvida. Gina avisa Greg que o homem no banco não é seu marido...Como assim??? A SRU fica de mãos atadas sem saber quem é o cara. Ed, Wordy e Sam invadem o banco e prendem o suspeito, ele se chama Garth Scarrow. Mas não acaba aí até que mais um nome aparece, Mark Logan. Spike descobre a ligação entre os dois...e é Eva Logan, filha de Garth.

A Equipe segue para a casa dos Logan, mas ninguém é encontrado. Eva e Mark mantêm um homem preso na mala do carro.... Tudo indica ser Roger Flinch. A equipe descobre que Chris, o filho do casal Logan tem leucemia. Jules segue para o hospital onde provavelmente a família está e a equipe toma conhecimento de um importante vínculo nessa história: eles iriam pagar pelo transplante de medula de Chris. Mark ameaça Gina, pedindo dinheiro pela vida de Roger. A equipe arma um plano para pegar Mark. No hospital, Jules conversa com o pequeno Chris que são surpreendidos por Eva. Eva conta a Jules toda a história., Roger é o pai de Chris. A Equipe se prepara para pegar Mark mas Eva dá um drible em Jules e acaba avisando seu marido escondida que a polícia está atrás dele. Mark segue para o hospital e se encontra com um enfermeiro conhecido. Disfarçado, ele leva Roger se passando por Brown para dentro do hospital. Mark ameaça a todos, ele quer a operação de Roger mas a SRU consegue conte-lô antes dele matar Roger. Mark pede pra falar com seu filho, Jules não se conforma e vai confrontá-lo bravamente com um belo discurso. Gina vai até eles e conta que Roger topou doar a medula. Jules conversa com Ed na SRU e fica pensativa quando vê o ulltrasom de Sophie.

Palavras me faltam pra dizer o quanto gostei do episódio. Jules já tava merecendo um episódio pra ela desde “Never Let You Down”. A situação do Ed acabou servindo de base na história da Jules. Ela mostou que sente vontade de ter uma família apesar do seu difícil trabalho e mesmo não sendo mãe, defendeu muito bem a situação de Chris. Parabéns a Amy Jo Johnson dessa vez pela grande atuação, cada dia ela está melhor. E pra quem é fã da Amy, pode ter se surpreendido em vê-â atuando com Erin Karpluk (porque sim, a maioria dos diálogos da Erin foram com Amy Jo) pois Erin levou, de certa forma da Amy, o Gemini em 2009. Na minha opinião as duas eram as mais fortes mas Erin levou a melhor. Se os juízes do Gemini analisarem bem esse ano, Amy Jo provavelmente será indicada por esse episódio, foi lindo.

Review de "Collateral Damage"

Collateral Damage, episódio que trouxe de volta a segunda parte da terceira temporada tratou de um assunto bem delicado, um pai acusado de matar sua filha bebê.

Frank, o pai, não se conformou com todas as acusações , principalmente feitas pela esposa. Durante uma emboscada a furgão que levava os prisioneiros , Frank encontra a oportunidade de fugir. Ele acaba invadindo sua própria casa e seqüestrando sua mulher, levando Kerry a clínica onde autópsia do bebê foi feita e as acusações foram geradas.Lá ameaça os médicos envolvidos a fazer outro teste pra provar que não matou sua filha.

A SRU é chamada no caso e Ed que passa por alguns problemas com sua família se coloca no lugar de Frank. A Equipe tenta invadir o local onde Frank mantém os reféns. Sam entra pelo tubo de ventilação e Jules se posiciona como Sierra. Essa cena foi bem emocionante quando o ventilador começa a rodar e o Sam fica preso, Wordy tentando agüentar o peso, Jules com a mira totalmente cega , Spike nervoso com o barulho do alarme e Ed na mira de Frank, tendo que lidar com com a situação de Sophie no hospital e a chance de tomar um tiro a qualquer hora, mas tudo correu bem no final pois Sam consegue jogar o flash e eles dominam Frank que vai preso. E os testes confirmaram, o bebê morreu de meninginte bacteriana. Ed vai para o hospital ver Sophie e descobre que será pai de uma menina. Agora adiantando pra vocês que o nome da filha de Ed será Isabel e foi escolhido por um fã da série.

Ótima participação do ator Jonathan Scarfe que interpretou o Frank e a música tocante por conta da cantora Coutrney Jones com a canção Weightless.