18 de set de 2010

Review e comentários de "Jumping at Shadows"

Definitivamente a terceira temporada está sendo a melhor na minha opinião. Desde UNconditional Love a Jumping at Shadows , os episódios estão impecáveis. Não poderia ser diferente com Jumping at Shadows. Tenho certeza que foi o episódio mais esperado da série onde todos aguardavam ansiosamente pelo reencontro de Greg e seu filho Dean.

O episódio começa com a doce Alexis observando o céu com seu bicho de pelúcia. Dean aparece na SRU procurando seu pai. Greg aparece e os dois se se olham e apertam as mãos mas Greg não agüenta a emoção e abraça Dean. Ele saem para conversar em outro lugar.

A pequena Alexis brinca no quintal enquanto vê que alguém está tentando arrombar a portão. Na emergência 911, Kate tenta conduzir todas as ligações de emergência recebidas quando uma importante ligação acontece: era Alexis sua pequena amiga dizendo que alguém está invadindo a casa. Kate está muito ocupada e desliga a ligação. Dean conversa com seu pai e ele parece preocupado .Alexis insiste novamente Kate não acredita até que ouve um tiro. A SRU é chamada e Dean espera por seu pai no QG. Kate fica atordoada se culpando por ter desligado. Greg diz a Ed que Dean planeja trocar seu sobrenome pelo do padrasto. A SRU chega ao local e encontra a mãe de Alexis baleada e a menina desaparecida. Jules procura por fotos da família na casa e o resto da equipe sai em investigação.Spike encontra câmeras e Jules não encontra nehuma foto. Spike e Jules encontram um cofre. Winnie avisa Greg que nada foi encontrado sobre a famíla. Jules e Spike encontram dinheiro e falsa identidades no cofre. Greg conversa com a atendente do 911 sobre a ligação de Alexis. Um tiro é disparado e a equipe sai em prontidão. Dean ouve toda a operação no QG. Alexis e seu pai aparecem no centro da cidade, mas eles têm companhia. A equipe persegue o atirador e conseguem capturar. Jules segue na ambulância com a Heather.

Alexis e seu pai tentam despistar os suspeitos. Jules interroga Heather que conta a verdade: Alexis foi testemunha de um crime onde os bandidos era policiais e sua família agora sobre proteção a testemunha. Greg chega a Policia e conversa com Kate. Alixis e seu pai deixam alguns pertences no amário da estação de ônibus mas em um piscar de olhos, Alexis some. Ela liga para Kate e os policiais tentam rastrear a ligação. O pai encontra Alexis no telefone público e desliga. A SRU segue para a estação de ônibus. Eles tomam o ônibus e os suspeitos os seguem. Um deles entra no ônibus e somente encontra o pai. Ele aponta uma arma para o suspeito. Alexis se disfarça e foge. A SRU chega ao local e tentam impedir Phillip. Ed começa a negociação. Alexis foge desesperadamente. Greg ainda conversa com Kate na polícia. Spike encontra um GPS nas coisas dos Sobol, os bandidos também tem um plano B. Alexis continua fugindo . Ed consegue negociar com Phillip. Spike descobre a localização de Alexis e Jules e Sam vão até lá. Kate liga para Alexis. Jules e Sam chegam ao local e encontram Alexis em um parque brincando. Kate e Greg seguem para o local. O suspeito observa Alexis. O resto da equipe segue para local levando Phillip. As pessoas começam a deixar o parque. Greg chega ao local. O suspeito se aproxima de Alexis e aponta a arma. Greg atira, matando o suspeito. Alexis foge e Kate faz com que ela se aproxime. As duas se abraçam ,Greg é levado para investigação e ela encontra seu pai. No QG da SRU Greg conversa com Dean. Kate volta a sua estação no trabalho. Greg e Dean saem juntos.

O episódio que começou com um possível abuso de um pai com a filha, acaba se voltando para um pai amoroso que só pretendia proteger sua famíla. Foi lindo ver Greg e Dean se encontrando. E que que atuação de Enrico Colantoni, cada episódio ele me surpreende mais. Apesar do foco ter sido em Greg, houve uma ótima participação de todos do elenco, ao contrário do último episódio. Apalusos vão para Natalie Alyn Lind que interpretou Alexis. Um show de interpretação dessa menina, que trasmitiu uma emoção real de sua personagem. O que me surpreendeu foi o tiro dado pro Greg no final, achei que tivesse sido Jules. Mas eu gostei do instinto de pai do Greg ter falado mais alto e protegido a garotinha. Gostei também de ter conhecido os bastidores do 911, eu imagino como deve ser difícil para esses atendentes, eles merecem imenso respeito.Pessoas que passam trotes pra emergência deveriam pensar duas vezes antes de cometerem essa besteira. Uma vida pode estar se perdendo enquanto um atendente está ocupado com um trote.

Não poderíamos esperar menos de um episódio escrito por Mark e Stephanie. Parabéns aos dois e também ao diretor Erik Canuel pela ótima direção. Foi lindo, lindo, lindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com spams, propagandas, correntes, assuntos fora do contexto da matéria ou do Fansite e conteúdos ofensivos, serão excluídos, assim também como comentários anônimos.