1 de fev de 2011

Review de "Thicker Than Blood"


Thicker Than Blood trouxe a tona mais uma vez um episódio de Flashpoint envolvendo crianças. Dessa vez conhecemos a história do pequeno Chris e ao ponto que sua família chega para poder salvá-lo.

Um homem chega ao banco para tirar de sua conta 40.000, até aí tudo bem mas o caso ganha força quando esse homem começa a ameaçar todos no banco. No QG, Jules tenta se aproximar de Ed perguntando sobre Sophie e o bebê. Ed é um pouco ríspido com ela, tudo bem que eles está com problemas mas isso não justifica. A Equipe é chamada ao local e a esposa de Roger é envolvida. Gina avisa Greg que o homem no banco não é seu marido...Como assim??? A SRU fica de mãos atadas sem saber quem é o cara. Ed, Wordy e Sam invadem o banco e prendem o suspeito, ele se chama Garth Scarrow. Mas não acaba aí até que mais um nome aparece, Mark Logan. Spike descobre a ligação entre os dois...e é Eva Logan, filha de Garth.

A Equipe segue para a casa dos Logan, mas ninguém é encontrado. Eva e Mark mantêm um homem preso na mala do carro.... Tudo indica ser Roger Flinch. A equipe descobre que Chris, o filho do casal Logan tem leucemia. Jules segue para o hospital onde provavelmente a família está e a equipe toma conhecimento de um importante vínculo nessa história: eles iriam pagar pelo transplante de medula de Chris. Mark ameaça Gina, pedindo dinheiro pela vida de Roger. A equipe arma um plano para pegar Mark. No hospital, Jules conversa com o pequeno Chris que são surpreendidos por Eva. Eva conta a Jules toda a história., Roger é o pai de Chris. A Equipe se prepara para pegar Mark mas Eva dá um drible em Jules e acaba avisando seu marido escondida que a polícia está atrás dele. Mark segue para o hospital e se encontra com um enfermeiro conhecido. Disfarçado, ele leva Roger se passando por Brown para dentro do hospital. Mark ameaça a todos, ele quer a operação de Roger mas a SRU consegue conte-lô antes dele matar Roger. Mark pede pra falar com seu filho, Jules não se conforma e vai confrontá-lo bravamente com um belo discurso. Gina vai até eles e conta que Roger topou doar a medula. Jules conversa com Ed na SRU e fica pensativa quando vê o ulltrasom de Sophie.

Palavras me faltam pra dizer o quanto gostei do episódio. Jules já tava merecendo um episódio pra ela desde “Never Let You Down”. A situação do Ed acabou servindo de base na história da Jules. Ela mostou que sente vontade de ter uma família apesar do seu difícil trabalho e mesmo não sendo mãe, defendeu muito bem a situação de Chris. Parabéns a Amy Jo Johnson dessa vez pela grande atuação, cada dia ela está melhor. E pra quem é fã da Amy, pode ter se surpreendido em vê-â atuando com Erin Karpluk (porque sim, a maioria dos diálogos da Erin foram com Amy Jo) pois Erin levou, de certa forma da Amy, o Gemini em 2009. Na minha opinião as duas eram as mais fortes mas Erin levou a melhor. Se os juízes do Gemini analisarem bem esse ano, Amy Jo provavelmente será indicada por esse episódio, foi lindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com spams, propagandas, correntes, assuntos fora do contexto da matéria ou do Fansite e conteúdos ofensivos, serão excluídos, assim também como comentários anônimos.