19 de nov de 2009

Comentários do episódio "THE GOOD CITIZEN"


O oitavo e penúltimo episódio “The Good Citizen” foi mais uma vez um ótimo episódio de Flashpoint. Novamente a emoção familiar veio à tona, dessa vez entre irmãos. E o foco dessa semana fica com o oficial Kevin Wordsworth, ou simplesmente Wordy pros íntimos.

Uma confusão em um bar envolvendo dois traficantes em um bairro não muito seguro. Uma mulher escondida atrás do balcão liga pra polícia contando a situação. Robert Cooper se sente no direito de fazer justiça e sai em perseguição dos dois traficantes . O time se divide, Jules e Greg interrogam o dono do bar, enquanto Wordy, Ed, Sam e Leah se separam pra encontrar os suspeitos. Mas no meio da confusão, Cooper acaba atirando em um dos traficantes. O time descobre que Cooper foi o responsável pelo tiro e que além disso, ele é presidente da associação de guarda do bairro e faz o que pode pra afastar os traficantes. Leah faz um comentário sobre o bairro, e Wordy não gosta muito. Não sei, andei reparando que o time anda meio frio com a Leah, não o time todo, especialmente Ed e Wordy. Ed no episódio “Coming to You Live”, e Wordy nesse episódio, falaram de uma foram muito dura com ela. Mas Sam tava sempre lá pra dar conselhos, inclusive nesse episódio foi bem legal onde ela pensou em pedir desculpas pro Wordy e o Sam disse que ela num tinha falado nada de mais, simplesmente falou o que pensava dentro da experiência que ela tinha. Outra coisa que andei reparando é que ela ta ganhando mais espaço, inclusive acho que algumas coisas que a Jules fazia passou pra ela, já que a Jules está mais colada no Greg, na parte de investigação e interrogatório.

Continuando, depois de alguma investigação descobrem que Jimmy, irmão de Robert está morto, e o que Robert quer é muito mais do que simplesmente uma vingança de briga de bar. Eles chegam a um tal de John Torres que foi preso e baleado por Robert. A SRU descobre então endereço dos traficantes que ele está perseguindo.

Robert chega ao local onde moram os irmãos Steel. Ele pega um dos irmão como refém e o força a cheirar toda a cocaína. Ele queria vingança pois o irmão Jimmy era cliente dos dois e tinha morrido de overdose. Um dos irmãos diz que não sabe quem são seus clientes e que eles não forçaram a ninguém a usar droga. A situação fica difícil e o time invade a casa. Wordy dessa vez faz a negociação. Gostei bastante dessa cena, nos levou a conhecer um Wordy que não conhecíamos. Ele então consegue convencer Cooper a desistir, ele sai da casa preso junto com os outros traficantes.

O episódio acaba com Wordy e mais alguns voluntários, dando uma geral na antiga loja do pai de Robert.

Gostei da atenção especial que deram pro Wordy e da harmonia da equipe. E fica a duvida sobre nosso querido Spike, será mesmo que ele quer sair da equipe? Será que ele vai abandonar a "família"? Acho que a SRU não pode perder mais um membro...FICA SPIKE!!

E é claro, não podemos esquecer da música que dá todo um clima especial pra série, e dessa vez Jon Heintz de novo com sua música, linda por sinal.
O roteiro muito bem escrito novamente.

E como Enrico disse, não precisa atirar pra resolver. É isso o que diferencia Flashpoint. Em uma situação bem arriscada como foi esse episódio, simplesmente uma conversa pode salvar o dia.


NOTA : 8,5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com spams, propagandas, correntes, assuntos fora do contexto da matéria ou do Fansite e conteúdos ofensivos, serão excluídos, assim também como comentários anônimos.